PROJETOS


Os estudos desta escola são baseados em projetos e acontecem em espaços criativos, pensados para potencializar o aprendizado e motivar os alunos a fazerem perguntas e a aprender de acordo com seus próprios interesses, mas de forma colaborativa. O ambiente é aberto, positivo e divertido. As atividades diárias começam com todos os alunos da escola reunidos em grupos de diferentes idades e séries, para discutir algum assunto ou para tentar resolver um problema comum. A ideia é que eles compartilhem experiências, usem a criatividade, acreditem em si mesmos e sejam inovadores. Depois, partem para aulas das disciplinas, que são dadas parte em salas de aula e parte nos outros espaços da escola

PROPOSTA DE TRABALHO

OBJETIVO: O objetivo do projeto é atender às crianças em idade escolar, especiais ou não (bem como a seus pais), introduzindo uma educação afetiva e espiritualizada diferenciada, criando indivíduos livres e atuantes, conectados com seu propósito encarnatório e missão pessoal, despertos no quarto nível de consciência: o do amor incondicional.

ATENDIMENTO: Integrar várias ferramentas terapêuticas e educativas, objetivando a complementaridade na educação no sentido de desenvolver atributos tais como a alteridade, o respeito, a afetividade, a moralização e a espiritualidade. Dessa forma, as atividades deverão vir a desenvolver:

  • Afetividade verdadeira e não mascarada
  • Acolher as diferenças e os diferentes, com foco na complementaridade e não naseparatividade.
  • Honrar o divino e o espírito que abriga o indivíduo
  • Respeitar e esclarecer as Leis Divinas para a coerência na relação interpessoal.
  • Ensinar a orar e meditar, como práticas de integração corpo/espírito, indivíduo/missão, indivíduo/meio, removendo a visão ilusória e egocêntrica da doação e a solidão da "esquisitice".
  • Atender às diversas dificuldades emocionais, produzindo compreensão, expressão, escuta e dissolução.
  • Preparar as crianças para desenvolver uma nova consciência social, dentro das diretrizes morais que são o alicerce da Nova Era.
  • Ensinar sobre Mediunidade, para as crianças e para os pais, ou seja, como desenvolver e lidar com a mediunidade de seus filhos e com a própria sensibilidade (clarividência, clariaudiência, canalização, interferência).
  • Ensinar o respeito à natureza e aos animais, enfim, à Vida e ao Planeta.
  • Ensinar aos pais como lidar com a espiritualidade de seu filho e com a sua própria, no sentido de maior autoconhecimento e participação consciente no processo dissolução do Ego.
  • Transformar as crianças em seus próprios agentes de cura, nos 3 âmbitos principais:
  1. Pessoal : corpo, mente, emoções, espírito
  2. Social: relacionar e cuidar com afetividade e respeito
  3. Ambiental: aprender a se relacionar e cuidar com afetividade e respeito, incluindo as relações com seres extracorpóreos, de todas as dimensões e mundos, desenvolvendo assim o amor incondicional e o cuidado.
  • Levar o entendimento da inter-relação evolutiva, a de que somos parte do TODO, e que o nosso Todo, o nosso planeta está enfermo. Precisamos cuidar da Terra, cuidando de nós mesmos e vice-versa.
  • Ensinar o desapego
  • Ressignificar o sofrimento (adultos e crianças)
  • Curar, ou seja, realizar a Unidade na Diversidade, através da humildação do Ego e da manifestação do EU.

CUIDADORES e PROFESSORES:

  1. Devem estar atentos às duas faces do cuidar: a do suprimento das necessidades com amorosidade, proteção e respeito, e a do estar atento às forças contrárias que tentarão embargar o projeto. Para isso deveremos desenvolver:
  • Escuta e olhar amoroso
  • Escuta e olhar energético
  • Escuta e olhar corporal
  • Escuta e olhar intelectual
  • Escuta e olhar pedagógico
  • Escuta e olhar moral
  • Escuta e olhar espiritual
  1. Estabelecer os 4 pilares da educação transdisciplinar: saber, querer, ousar, calar ( Sabedoria do EU)
  2. Servir incondicionalmente, ou seja, permitir e buscar que o servir seja o Eu servindo e não o Ego. (Ser- Vir = o "Eu" vindo e manifestando-se no mundo).
  3. Tornar a meditação um prática constante, pois apenas vivenciando o silêncio daremos espaço para a "Escuta".

ANTROPOLOGIA ESPIRITUAL: estudo da essência que habita o ser humano, além do intelecto e do corpo, usando aintuição, a percepção extra-sensorial e a mediunidade.

ANAMNESE INDIVIDUAL: buscando a autenticidade de todos: diretores, alunos, atendentes, coordenadores

BENÇÃO: abençoar o divino em Todos e tarefa de humildação e vigília, principalmente aos que ainda se encontram na escuridão. É amar e cuidar incondicionalmente, pois tudo aquilo que cuidamos passamos a amar, e tudo aquilo que amamos, nós cuidamos. Significa olhar o melhor do outro, porém SEM CONDESCENDÊNCIA.

ÉTICA: colocar a ética em ação, ou seja, não maldizer! Tornar coerente fala e ação! Estar a serviço do Sagrado! Se tivermos em nós a presença do SER, nos tornaremos incorruptíveis.

ESTUDO E AVALIAÇÃO: realizar em conjunto a avaliação de cada caso para as direções que serão tomadas no atendimento individual. Aplicar-se no estudo individual e coletivo para aperfeiçoamento no serviço.

REFORMA ÍNTIMA: estar a serviço da mutabilidade do crescer, abrindo-se ao novo e às mudanças rumo à autenticidade, ou seja, usar as ferramentas de estudo, da terapia, da autovigilância, da auto-observação, do auto enfrentamento, da meditação e do silêncio, da doação, e do espalhamento no convívio; rever seus ciclos de cura e estudar-se; seguir a intuição e o coração, acima da lógica.

TEMA 1: FUNDAMENTOS DO PROJETO EDUCATIVO, por Cristina Lessa Cereja.

Serão as bases do processo educacional da escola de Mestres:

  1. Ensinar espiritualidade: a noção de que a vida é permanente e universal, e que a felicidade é estar em harmonia com as leis cósmicas e não satisfazer aos interesses do ego.
  2. Orientar o aluno no despertamento de suas potencialidades interiores e na execução de sua tarefa existencial.
  3. Ensinar os valores da alma.
  4. Abrir nos alunos sua conexão com seu Eu Superior e seus guias espirituais.
  5. Equilibrar educação e instrução, meio a meio. Entendendo que educar é eduzir do aluno suas potencialidades e orientá-las para a auto-educação, e instruir é oferecer conteúdos que os auxiliem a realizar sua tarefa de vida e a conviver em sociedade.
  6. Ensinar o caminho do autoconhecimento e da autorrealização.
  7. Ter a paralela educação do educador, ou seja, o orientador e o professor precisarão passar por um Curso Preparatório de Capacitação para serem inseridos na pedagogia da Escola de Mestres, e terão sua evolução continuada na rotina educacional da escola.
  8. Todos os responsáveis devem ter pleno conhecimento da estrutura da consciência, e para tal, devem se formar no Curso de Psicoterapia Holística.
  9. Ensinar a arte do cuidar, pois tudo aquilo que cuidamos aprendemos a amar e a respeitar. E tudo o que amamos, cuidamos.

TEMA 2: EDUCAÇÃO EMOCIONAL - PROJETO "AQUI DENTRO", por Kelly Freitas.

  1. Proposta: desenvolvimento do autoconhecimento sócio-emocional em crianças através de Grupoterapia
  2. Problema atuais que geram dores emocionais em crianças e adolescentes.
  3. Como perceber as dores e emocionais das crianças e como tratá-las.
  4. Psicodrama e Constelação Familiar como ferramenta terapêutica.

ESPAÇOS FÍSICOS:

  1. A "caverna" - um canto para trabalhos individuais, introspecção e auto-observação. Neste canto temos que colocar também um chuveiro de luz com todas as cores (cromoterapia), que é para acalmar, relaxar e curar a criança;
  2. A "roda de Samsara" - espaço indicado para avaliação e autoavaliação do desenvolvimento e do aprendizado. Objetivo: ensinar sobre reencarnação, reciclagem de aprendizado, auto-observação e verdade. Desenho em espiral no chão.
  3. Sala de aula coletiva:onde ocorrem atividades das matérias específicas para cada faixa etária; mesas e cadeiras coloridas para até 30 crianças.
  4. "O acampamento" - local externo onde os alunos se reúnem para discutir ou trabalhar em algum projeto;
  5. "A academia" - local externo onde as crianças se reúnem para prática de atividades físicas, RODA DE SAMSARA, VIENCIAS DO LABIRINTO E OUTRAS, e apresentações artísticas. Necessário um pequeno palco e espaço para fantoches.
  6. O templo: espaços para relaxamento, oração, meditação e para orientações espirituais,
  7. Videoteca: Área para assistir a vídeos e música.
  8. A arvore da sabedoria: árvore dentro da sala cujos galhos se estendem sobre o teto, onde ficarão livros presos em elásticos e almofadas embaixo para a criança escolher e ler o livro que quiser e para contação de histórias.
  9. Altar dos mestres e dos ancestrais: Local onde irão ficar imagens de mestres espirituais e dos pais e avós da criança, para honra e agradecimento.

METODOLOGIA DE TRABALHO

CRIANÇAS:

  • Diagnóstico multidisciplinar com sessões especiais para atendimento breve
  • Acompanhamento quinzenal intercalado entre Desobsessão, Sala de Cura, Reike e Cromoterapia
  • Captação psíquica
  • Espiritualização - aulas interativas
  • Receituário de Florais
  • Acompanhamento por Mapa Astral
  • Alimentação vegetariana
  • Constelação Familiar
  • Psicoterapia individual e coletiva
  • Meditação e vivências

PAIS:

  • Diagnóstico Individual
  • Captação psíquica
  • Acompanhamento quinzenal com cura , desobsessão e sala de cura
  • Aconselhamento
  • Cursos Noturnos e palestras
  • Receituário de Florais
  • Constelação Familiar
  • Psicoterapia individual e coletiva
  • Meditação e vivências
  • Retiros
  • Reuniões mensais

PROFESSORES:

Curso preparatório para ingressar na metodologia educacional da Escola de Mestres


CLIQUE AQUI E COLABORE COM ESTE PROJETO